Permitir Cookies

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.

Imagem

Como formar o preço de venda no Comércio ?

Existem 4 tipos erros na formação do preço de vendas que precisam ser evitados na hora de precificar um produto

Certamente o dono de comércio que não sabe formar o seu preço de venda está no vermelho e como consequência fechar as portas será uma questão de tempo.

Existem 4 principais erros na formação do preço de vendas:

1- Quando a empresa acredita que disponibilizando o preço abaixo do valor de mercado terá resultado financeiro. E, na verdade, é apenas o EGO achando que o negócio vendendo e com movimento de pessoas tem lucro. Vender com o preço fora do mercado para se tornar competitivo não considera os gastos operacionais do negócio.

2- Não levar em consideração os gastos fixos, como energia, água, aluguel, pró-labore, internet, entre outros, para formar o preço é o mesmo que definir o preço pela sorte. Compreender qual o mínimo necessário para garantir que a empresa esteja no seu ponto de equilíbrio, ou seja, o mínimo em faturamento para manter a empresa (zero a zero). Mas, o empresário(a) que corre risco precisa viver não só de pró-labore e sim de lucro.

3- Deixar de considerar os imposto e os gastos variáveis na composição da formação do preço. Por exemplo: se a empresa faz antecipação automática de cartão de crédito precisa considerar na formação do preço de venda, além disso o investimento com marketing, comissões de vendedores, imposto, inadimplência etc.

4- Copiar o preço do vizinho concorrente ou do player do mercado a empresa está fadada a quebrar. Reflita sobre o seguinte: será que o concorrente tem a mesma estrutura que a sua? Será que todos os gastos do concorrente são iguais a da sua empresa? Pois bem, saiba que ele também pode está com o preço errado.

Vamos para o que interessa: Como formar o preço de venda para o comércio.

A fórmula é simples, o mais difícil é você realmente colocar em prática.

Custo Unitário do Produto: Custo do produto + frete + imposto

Percentual dos gastos fixos: Somatório de todos os gastos fixos da empresa comparado com o faturamento esperado, ou seja, divido pelo faturamento projetado.

Percentual dos gastos variáveis: Somatório em percentuais de todos os gastos variáveis como, imposto, comissão, taxa de cartão, inadimplência, crediário, boleto.

Percentual do lucro: A margem que a empresa deseja ganhar em cada produto, este percentual pode ser diferente por produto e estratégia comercial

Lembre-se disso: o preço correto não garante que sua empresa está saudável financeiramente, isso depende de muitos fatores, dentre eles as vendas e o controle dos gastos.

Mas, tenho certeza que agora não irá errar o preço de venda dos seus produtos.

Sobre o Autor:

Imagem

Mateus Rocha

Consultor Empresarial, Graduado em Engenharia de Produção focado em gestão por resultado, MBA em Logística Empresarial e Supply Chain e pós-graduando em Empreendedorismo e Gestão de Negócios

  • Equipe Especializadas

    Quisque tellus risus, adipisci viverra bibendum urna.

  • Atendimento Eficiente

    Quisque tellus risus, adipisci viverra bibendum urna.

  • Comunicação Objetiva

    Quisque tellus risus, adipisci viverra bibendum urna.

  • Responsabilidade Social

    Quisque tellus risus, adipisci viverra bibendum urna.