Permitir Cookies

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência em nosso site.

Imagem

CAC, LTV e a importância da equipe para fazer os resultados acontecerem

Em um mercado cada vez mais globalizado e tecnológico, a empresa que não colocar o cliente no centro da estratégia verá seu sucesso, custos e eficiência ir por água abaixo.

O mercado sofre com a alta taxa de juros e inflação, a incerteza econômica do consumidor deve seguir até o primeiro semestre de 2023. Com certeza sua empresa vem desenvolvendo estratégias para se tornar atrativo a um consumidor com o bolso tão apertado.

Agora temos a implantação do open financial (bank) onde o compartilhamento das informações força a concorrência entre instituições de crédito promover a diminuição de custos e queda de preços no mercado financeiro.

Esse modelo deixa claro que quanto mais acesso e trabalho na base de informação sobre hábito de consumo mais conheço meu cliente me torno competitivo, personalizo produtos e atendo melhor.

Em um mercado cada vez mais globalizado e tecnológico, com centenas de ofertas de produtos, serviços e inúmeros modelos de negócios, a empresa que não colocar o cliente no centro da estratégia verá seu sucesso, custos e eficiência ir por água abaixo.

Lembre-se que quanto maior o número de produto no mercado e meios para adquiri-lo maior é o poder de barganha buscando o melhor custo-benefício. E nessa disputa surreal por clientes a pressão do ponto de vista financeiro deixa claro a importância de monitorar a rentabilidade da sua carteira de cliente e avaliar o seu custo de aquisição.

Como investe em marketing e como após sua aquisição quanto ele gasta durante todo ciclo de vida útil diz muito como sua empresa domina a estratégia de retenção e fidelização.

Um estudo da Deloitte, uma das maiores organizações de serviços profissionais do mundo comprova que dotar o cliente como centro da estratégia traz 60% de mais lucratividade do que empresas com foco no produto.

A jornada do produto deixa de ser o processo de venda e passa a ser o aprendizado sobre o cliente até a sua fidelização.

Coloque no radar o monitoramento do custo de aquisição do cliente (CAC) e o LTV (Life time value), vamos detalhar o que eles representam:

Custo de marketing + custo de vendas / Total de novos clientes = CAC

Invista em processos de vendas mais eficientes que permitam escalar com maior previsibilidade e consequentemente seu custo de aquisição será menor.

O LTV Life time value é a métrica que garante se você está tendo lucratividade no médio longo prazo.

Ele nada mais é que o valor do cliente ao longo da vida dele com você, é isso mesmo significa medir o quanto ele vai gastar até deixar de usar seus serviços e produtos. Para calcular considere:

O valor do ticket médio x Média de transações por cliente por ano x média de anos de relacionamento.

Observar o tempo de vida do cliente é um indicador que demonstra quanto sua empresa consegue faturar com um único cliente, estimule a consumir seu mix de produto explorando seu negócio dentro de todas as possibilidades que este cliente sinaliza.

Um boa estratégia de relacionamento com recursos dedicados para gestão de sucesso potencializam o LTV (life time value) e reduz consequentemente o custo de aquisição de novos clientes.

Sobre o Autor:

Imagem

Raquel Damaceno

Especialista em Relacionamento com o Cliente e CEO da Atitude Consultoria

  • Equipe Especializadas

    Quisque tellus risus, adipisci viverra bibendum urna.

  • Atendimento Eficiente

    Quisque tellus risus, adipisci viverra bibendum urna.

  • Comunicação Objetiva

    Quisque tellus risus, adipisci viverra bibendum urna.

  • Responsabilidade Social

    Quisque tellus risus, adipisci viverra bibendum urna.